Rubro, Lisboa


eh pá, eh pá. já estou a ficar um bocadinho atrasado na elaboração deste post (já houve que fosse e voltasse do continente americano e eu ainda não o escrevi :-)

Quando de vai jantar fora com amigos, conversa e palhaçada são sempre garantidas (excepto se forem pessoas que levem a etiqueta muito a peito) mas, por vezes, quando surgem situações durante o dia que fazem subir a adrenalina é bom escolher um restaurante onde se pode discutir, alto e bom som, todos os pormenores (ou seja dar uso às cordas vocais :-).

O Rubro é uma excelente opção para estes dias. Com espaço entre mesas (e na própria mesa) suficiente para garantir liberdade de expressão, o Rubro transmite um ambiente de descontracção e de convívio muito engraçado, especialmente pela decoração sóbria à base de madeira e paredes pintadas de preto, sem grandes floreados.

Existem dois Rubros, um numa rua paralela à Av. da Liberdade (onde descobri a existência deste restaurante e onde ainda espero vir a comer :-) e outro na monumental Praça de Touros do Campo Pequeno (onde jantámos). Este último tem duas salas de jantar, uma de fumadores (piso térreo) e outra de não fumadores (1º andar), e uma “barra” mesmo à entrada do restaurante onde se pode simplesmente “picar” (por isso não se assustem se virem um aglomerado de pessoas à entrada, não quer dizer que o restaurante esteja cheio, simplesmente tão numa de beber um copo e de "picar").


Existe a possibilidade de pedir pratos, mas o mais interessante é pedir umas quantas tapas diferentes e experimentar de todas...nós pedimos Ovos rotos (em português mixórdia de batatas fritas com ovos), Revueltos de enchido (em português omelete de enchidos), setas salteadas (em português cogumelos salteados) e Pica-pau de lombinho de porco preto. Tirando as setas que estavam um bocadinho salgadas, tudo estava muito bom! Acompanhado com muito pãozinho quente, chamámos-lhe um mimo :-)

Para beber, podem experimentar um dos variadíssimos vinhos que a casa tem para oferecer ou, com oferta mais reduzida, beber apenas um copo. Eu não percebo nada de vinhos, só sei dizer se gosto do sabor ou não, e o que me deram para beber soube muito bem com as diferentes tapas pedidas.

Depois de muitos pratos a circular, qual jantar de família em dia de acção de graças, pedimos a sobremesa. Pedimos dois bolos de chocolate (não foi dos melhores mas não estava nada mau) e uma léria (que era minúscula, dava para a cova de um dente).

Depois do café e de muita conversa lá veio a dolorosa.... 18€ pp não foi nada mal! O atendimento é prestável e muito simpático (respondendo todas as dúvidas em relação ao menu com um simpatia e não com cara de quem estava a pensar "dahhh tecla três").

Para um jantar de grupo parece-me um local mais que apropriado.

Localização
Praça de Touro, Campo Pequeno
1000-078 Lisboa
Tel.210191191
Horário: 12:00 - 15:00; 19:30 - 23:00
Encerramento: Não encerra

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Mundet Factory, Seixal

Pastelices, Seixal