segunda-feira, 31 de agosto de 2015

Don Pavili, Oeiras





Em anos passados, a moda foram as padarias e as hamburguerias, mais remotamente as pizzarias e outras modas que por cá passaram e ainda vão passar... Este ano é o ano (ou pelo menos o verão) das gelatarias. 




Depois de um convite simpático dos responsáveis da Don Pavini, num dos posts do blog, fui experimentar a nova casa na Rua Febus Moniz, em Oeiras. Esta rua, sem trânsito, mesmo em frente à igreja, tem vários restaurante entre eles o saudoso Burger 66. É a localização ideal para abrir uma simpática casa de gelados. A rua de casas baixas e pedonal convida a passar por ali e sentar numa das esplanadas.

Para primeira experiência decidi-me por um cone pequeno com os sabores de cheesecake de oreo e iogurte grego com mel de rosmaninho. Apesar do mel, o sabor a iogurte grego era amargo o que contrastava na perfeição com o doce do cheesecake. A combinação de sabores ficou deliciosa. 





Don Pavili
Rua Febus Moniz, 4A, Oeiras
Ter a Dom - 12h às 21h



Click to add a blog post for Don Pavili on Zomato 


sexta-feira, 28 de agosto de 2015

Fresquinhas de Campo de Ourique - Giallo






Abriu mais um antro de pecado em Campo de Ourique, uma gelataria artesanal chamada Giallo.

Quando saí de casa, já depois das 22h30, tinha a esperança que a gelataria fechasse às 22h mas, quando cheguei à porta da Giallo, tive um misto de alegria e tristeza... afinal fechava às 23h. Considerei ser um sinal divino e entrei.

A casa é pequena, apenas com um banquinho onde é possível sentar, por isso aqui o objetivo é escolher e seguir. A decoração está engraçada e condizente com o produto vendido. Dentro do balcão costuma haver uma grande azáfama, é que a fila de gente para ser servida é sempre simpática e há que fazer os gelados, servi-los e receber o dinheiro, tudo num espaço exímio.




Não sou fã de gelados com sabor a fruta por isso normalmente escolho outros sabores. Para a primeira experiência, escolhi um cone pequeno com bolacha Petit Beurre com café e conhaque e caramelo amanteigado. Estavam ambos divinais! O caramelo tinha um sabor marcado e claro, não aconselhável a quem goste mais ou menos de caramelo. No sabor a bolacha, pouco se sentia a bolacha no entanto o café estava bastante presente, enquanto comia o gelado, e o sabor a conhaque apareceu no fim, de forma a deixar a boca com um leve aroma.




Já tive oportunidade de ir uma segunda vez e experimentei a baunilha com basílico e o pistachio da Sicilia. Ambos muito bons, o sabor forte do pistachio roubou o protagonismo à baunilha que normalmente tem um sabor mais suave, por isso pouco senti o sabor. Mas mais uma vez comprovei que estes gelados não são para quem gosta mais ou menos do sabor, é para quem gosta realmente.

Fiquei de olho no chocolate Valrhona e limão com rosmaninho e mel para uma próxima visita. 

Um cone pequeno (único que provei, e para mim chega) são 2,60€ e inclui uma bola com dois sabores. 




Giallo

Rua Infantaria 16, 57, Campo de Ourique, Lisboa (Jardim da Parada)

21 0908657

Seg a Dom 12:00 a 23:00


Click to add a blog post for Giallo - Gelado Artesanal on Zomato









quinta-feira, 20 de agosto de 2015

Taberna Anti-Dantas, Lisboa










"O Dantas veste-se mal!
O Dantas usa ceroulas de malha!
...
O Dantas nu é horroroso!
O Dantas cheira mal da boca!
Morra o Dantas, morra! Pim!
O Dantas é o escárnio da consciência!
Se o Dantas é português eu quero ser espanhol!"



A razão pela qual a Taberna Anti-Dantas estava na minha lista de locais a experimentar nada tem haver com razões gastronómicas. A verdade é que gosto muito do texto de Almada Negreiros e concluí que alguém que tem o bom gosto de dar o nome de Anti-Dantas ao seu restaurante só poderia servir boa comida.

Apesar da ligação algo rebuscada, logo pouco fiável e com grandes riscos de insucesso, funcionou muito bem.

O restaurante

O restaurante fica num r/c (a pender para cave) na Rua de Santa Marta, mal se dando pela sua existência quando se passa na rua. O letreiro por cima da porta não é especialmente chamativo por isso também não ajuda por aí além na identificação do local.





 
Lá dentro, a sala é aconchegada, ficando tudo fica à mão de semear mas, ainda assim, não tive a sensação de claustrofobia. As paredes estão revestidas com imagens vintage, o que faz com que uma pessoa facilmente se distraia a identificar antigos anúncios ou fotografias de artistas famosos, de décadas à muito passadas.




Aqui tudo aqui é vintage, começando nas paredes, passando pelas mesas e terminando no menu. Que apenas existe um, por isso é necessário esperar pela nossa vez para podermos ter acesso ao dito. Bizarro!

A comida

Após ter chegado a nossa vez de usufruir do menu (que é uma pequena obra de arte a atirar para o kitsch), e só depois de escolhermos a sobremesa (já lá vamos), optámos pelo bacalhau e secretos de porco.




O bacalhau estava bom, mas não fiquei extasiada. Já os secretos estavam deliciosos e as migas que o acompanhavam estavam no ponto.

Fiquei ainda intrigada com um prato que vi na mesa ao lado: um pão gigante do qual saiam coisas... Tive de indagar e descobri tratar-se de sopa de peixe. Fiquei curiosa! Decididamente algo a experimentar numa próxima visita.

A sobremesa! Oh! A sobremesa! Depois de ver na lista a tarde de limão merengada não pensei em mais nada. Nada mais poderia existir. Ainda assim não resisti a tirar uma foto aos bolinhos de chocolate da mesa ao lado (ainda bem que está um telefone ao lado, de outra forma seria mais difícil de registar a verdadeira dimensão da sobremesa).




O tamanho da tarte de limão permitia que duas pessoas a pudessem saborear em toda a sua plenitude. A tarte tinha um ótimo aspeto e estava deliciosa. Se os olhos ficaram contentes, o estômago não ficou atrás.




O preço

Para duas pessoas ficou em 35 euros, o que incluiu prato, copo de vinho e sobremesa partilhada. Preço que me pareceu adequado para a qualidade da comida e ambiente do restaurante.






Taberna Anti-Dantas
Rua de São José, 196 - Lisboa
917494749
Seg - 19h00 - 24h00
Ter - Sáb - 19h00 - 02h00


Click to add a blog post for Taberna Anti-Dantas on Zomato 




sábado, 8 de agosto de 2015

Fresquinhas de Campo de Ourique - Mr. Pizza






Isto de ter amigos de Leiria tem muito o que se lhe diga...

O Mr. Pizza nasceu em Leiria e apresenta-se como uma alternativa às tradicionais Pizza Hut e Telepizza. Não sou frequentadora deste tipo de estabelecimento, primeiro porque acho que a qualidade não é especialmente boa, segundo porque a quantidade de calorias numa fatia destas pizzas é incrível. Se é para me estragar que seja com algo que valha realmente a pena os quilos a mais que vão parecer na balança. Mas o Mr. Pizza foi de tal forma recomendado que não pude deixar de experimentar.

A sala é enorme e com muito espaço, mas a decoração é estéril, com aquele aspeto de Pizza Hut há uns anos: luzes muito brancas e uma decoração baseada em tons cremes. 

Mas o que interessava era a pizza. Como grande fã de calzones, decidi pedir uma. Que desilusão! A massa estava crua nas pontas e o centro implodiu (??) parecendo que não existia massa no centro apenas recheio. O recheio foi feito com ingredientes de baixa qualidade e a base de tomate tinha um sabor muito artificial.




Bem sei que pelo preço das pizzas, que é bastante acessível, não se pode pedir a qualidade de restaurante italiano, mas pelo menos cozam a massa e não a deixem implodir!


Click to add a blog post for Mr Pizza on Zomato









segunda-feira, 3 de agosto de 2015

Infante Panorâmico, Praia Verde







Desde a nossa estadia, na Páscoa de 2014, que o Infante (situado na N125, Altura) tinha ficado debaixo de olho! Para além disso, o Infante foi-nos recomendado no post que fiz sobre a Chaminé, reforçando assim as nossas suspeitas de que aquilo seria sítio com potencial! Em conversa com a minha amiga de Castro Marim, percebi que o Infante que valia mesmo a pena era o Infante Panorâmico na Praia Verde, que aliava à boa comida uma excelente vista! E nós que somos pessoas bem mandadas lá fomos. A última noite de férias foi a escolhida para ir a este restaurante.
Que dizer!? As fotos falam por si...
 





Tenho a dizer que se me casasse novamente provavelmente faria a festa aqui! Que sítio espetacular, com uma vista linda e desafogada! Imagino que de dia o impacto seja ainda maior!

Conselho prévio: reservem sempre! Não que tenha havido problema em conseguir mesa (nada disso) mas, provavelmente, as mesas da frente devem estar sempre reservadas. Optámos por não esperar que alguma das mesas da frente ficasse vazia porque em breve seria noite escura e ficaríamos sem vista, portanto não valeria a espera.

(além disso, tinha comigo crianças muito moídas da praia e com algum sono... a tríade "restaurante - crianças com sono - tempo de espera" é algo extremamente grave e perigoso, e eu não estava para arriscar e estragar a noite!)

Ora então, o restaurante tem uma decoração gira, com uma iluminação a puxar assim para o intimista, a vista sobre a praia, muitos copos, muitos talheres, etc.. Entretanto B. pergunta-me, com algum receio - "Mas tu sabes os preços disto!?" Ao que eu respondo - "Não!! siga!! já cá estamos... dias não são dias!!"





E pronto. E foi de peito feito e cabelos ao vento, que nos fizemos à carta...

Prontos... não foi muito grave. Os pratos principais são efetivamente dos 13 a 14 euros para cima mas depois tudo o resto (entradas, sobremesas, bebidas) tem preços perfeitamente normais. Além disso, nota muito muito positiva, têm pratos para crianças a preços mais acessíveis!

Escolhemos espetadas de tamboril e camarão, espadarte com molho camarão e um bitoque...






Todos os pratos vêm muito bem servidos, não correndo o risco de pagar muito e comer pouco. Estava tudo impecável e o tempo de espera para nos servirem foi bastante razoável, verificando-se muita organização no serviço.

Para a sobremesa escolhemos as Três Delícias do Algarve e uma tarte de limão merengada. Pois que aqui, ficámos um pouco desiludidos... não perguntámos o que era a sobremesa algarvia porque assumimos que seriam três pedaços diferentes de doçaria típica...saiu-nos uma fatia de tarte de amêndoa, alfarroba e figo, tudo em camadas, que estava muito boa mas... que nos deixou um pouco desapontados!
 



A tarte de limão estava bastante boa, conseguindo equilibrar bem entre o doce e o ácido do limão.


 


Já tinha referido que o preço dos pratos principais é um pouco caro (mas adequado à quantidade e qualidade do que é servido), mas tudo o resto tem preços perfeitamente normais. Prova disso, foi a conta final: 57,00 €; por couvert, água+refrigerantes, 3 pratos principais, duas sobremesas. Não poderá ser certamente uma opção para todas as refeições, mas para uma celebração será uma excelente escolha. No nosso caso, a celebração foi mesmo o final das férias! Ou melhor dizendo, foi a celebração da fantástica semana que passámos em Altura! :)





Infante Panorâmico
Urbanização Praia Verde - Castro Marim
Tel. 281 956 207