terça-feira, 27 de outubro de 2015

Várias coisas a dizer sobre este sítio... #1 - Aveiro




Para começar devo dizer que não estava nada programado ir passar estes dias de férias a Aveiro! O meu destino para estes dias seriam supostamente estes:



Ora pois... Granada e Córdova, passeio há muito adiado, estava na minha cabeça completamente idealizado para estes dias. Eis senão quando, começo a fazer contas aos dias disponíveis, à carteira, aos km's que iríamos palmilhar com les enfants terrible, e começo a achar que isto se calhar era "fruta" a mais para quem pretendia descansar também um pouco (só tínhamos 4 dias de férias). Com a questão económica a ter um grande peso (não só a nossa, mas a do país também... que isto de ir dar dinheiro a ganhar aos nuestros hermanos tem de acabar, principalmente quando nem o nosso país conhecemos bem!), decidimos ir então para Aveiro! 






E porquê Aveiro? Porque tinha imensa curiosidade em conhecer a cidade, só tenho ouvido no passado recente coisas boas, e porque era próxima (300 km, mais ou menos). Alugámos uma casinha às riscas na Costa Nova, muito gira, e lá nos fizémos ao caminho!

Primeiras impressões na chegada à Costa Nova: uaaaauuuu!!! Que sítio tão giro, tão bem composto, tão engraçado! Vale imenso a pena uma visita! As casas às riscas dão um colorido à zona, mas não é só! É toda a envolvente! A ria, a praia, as casas "não às riscas" que são muito giras também, as ciclovias (uma constante por esta região), as esplanadas. Enfim! Uma zona muito gira que vale a pena visitar!




Almoçámos numa churrascaria na rua (Arrais Ançã) onde ficámos alojados, pequenina, mas que tem pratos simples e que desenrascam um bom almoço para quatro a preços simpáticos (cerca de 25 euros). Não me lembro do nome... não me lembro mesmo e não encontro a factura!

Um frango assado muito bom! Simples, mas óptimo para despachar!


Experimentámos também alguns doces da região: bolacha americana e tripa, ovos moles e os Gelados de Portugal.



Bolacha americana

Tripa

Para a bolacha americana e tripa escolhemos o quiosque da Ímpar no Fórum Aveiro, empresa dedicada ao fabrico destes produtos. Segundo nos explicaram, a massa é a mesma mas a maneira como é trabalhada faz a diferença! Achei a tripa um pouco enjoativa...prefiro a bolacha que é mais fininha. 
Atenção a quem levar crianças: comer a bolacha americana sem nos sujarmos é um verdadeiro desafio para adultos! Imaginem agora para crianças... a minha filha tinha chocolate espalhado, basicamente, pelo corpo todo... assim, de relance, lembro-me de ver a boca, nariz, bochechas, mãos, pernas e vestido (que era branco!) tudo com pingos de chocolate...



E os incontornáveis ovos moles! Os "nossos" na Tricana, ao pé da Estação de Aveiro.


E tinha imensa curiosidade com os Gelados de Portugal! Não tenho a certeza disto mas em Lisboa só vi à venda no SuperCor, não sei se existem em mais sítios. Aqui deliciámo-nos com vários sabores. Como estava a chover, eu juntei ainda um cappucino e notem bem no pormenor que está no pires: 4 ovinhos moles! Provavelmente colocam apenas um por cada chávena, mas talvez por sermos quatro, tiveram a gentileza de colocar um para cada!





E os gelados? Ah, sim... os gelados são óptimos! E a loja é bem gira! :)


Num dos dias almoçámos na Tasquinha do Leitão, na Praça 14 de Julho (perto do Hotel Aveiro Palace), e aqui tenho a salientar a simpatia da funcionária que nos atendeu! Uma rapariga simpática, inteligente e muito atenta! Não é fácil encontrar alguém a quem não é, por exemplo, pedir um prato extra para uma criança quando os menus já trazem uma quantidade substancial de comida e por isso em vez de se pedirem quatro, pedem-se apenas três menus. Isso e explicar muito bem a composição dos vários menus disponíveis, aconselhar na escolha, e sem se demorar mais tempo do que o estritamente necessário! A comida... ah, a comida também tenho de salientar! Sou fã incondicional de leitão e este era muito bom e nada caro! Gastámos cerca de 22 euros na refeição (três menus). Aqui fica:







Decidimos também conhecer alguns locais nos arredores e fomos almoçar à praia da Vagueira, mais concretamente ao Ei, sítio por diversas vezes recomendado nas várias pesquisas prévias que fiz. O Ei é recomendado pelos seus hamburguers e nós fomos muito bem mandados! :) Comemos belos, bons e grandes harmburguers! Três hamburgers, mais bebidas e cafés, ficaram por volta dos 30 euros. 



Eu acho que aqui não se percebe bem, mas isto era gigantesco... :)



Nota muito positiva para a praia da Vagueira! Tendo nós por cá uma Costa da Caparica tão maltratada, até ficamos com uma pontinha de inveja deste paredão e destes passadiços (claro que depois olhamos para o clima e pronto...).


Praia da Vagueira


E acho que termino por aqui todos os sítios que experimentámos em Aveiro! Há imensos sítios que ficaram por experimentar! Aveiro está uma cidade vibrante, cheia de gente nova, cheia de turistas (portugueses e estrangeiros), os restaurantes e as casas de chá multiplicam-se, há imensos souvenirs para trazer para a família e os amigos, tudo está super bem aproveitado! 

Desta vez, e como fomos acompanhados pelos miúdos, optámos por fazer algumas refeições em casa e por isso não temos sítios para falar correspondentes ao número de dias que estivémos fora. Também não tenho muitas fotos, e por isso está tudo num só post sobre Aveiro; não porque os sítios não fossem interessantes, mas porque estava mesmo em modo férias! 

Não sei se já se percebeu, mas fiquei fã desta cidade! :) Desde que regressei tenho andado a dizer isto a todos: nós andamos a perder anos de vida na capital!!!! Atentem no que vos digo...

Aqui ficam mais algumas fotos da cidade e arredores:


Centro Cultural e de Congressos


Sal, sal e mais sal...


Museu Marítimo de Ílhavo - vale a pena visitar! :)


Aquário de Bacalhaus
Farol da Barra - visitas às 4ª feiras



E o sol a despedir-se da Costa Nova!



Espero que tenham ficado com curiosidade em conhecer! Acreditem que vale bem a pena!













domingo, 18 de outubro de 2015

Apicius, Lisboa





Bem... sinceramente, nem sei muito bem por onde começar... talvez pelo princípio!

Fomos ao Apicius com um convite do Zomato e, antes de ir fui vendo as opiniões que iam sendo lançadas no Zomato, o que só serviu para colocar as minhas expectativas lá bem no topo! Ora, já se sabe, que isto é perigoso... tanto pode correr bem como correr muito mal!

Resolvemos ir num dia de semana, a pensar evitar a enchente de fim-de-semana típica da zona de São Bento e arredores, e fomos bastante bem sucedidos! Fomos os únicos a noite toda no restaurante...

O Apicius tem uma decoração muito bonita, simples e contemporânea, mas que torna o restaurante num espaço muito acolhedor.




Prontamente atendidos, foi-nos explicada a composição dos menus e tendo em conta o convite que trazíamos, quais os pratos que iriam então ser servidos.

Começamos então por iogurte de foie-gras com beterraba e carapau em meia-conserva pepino e rabanetes.


 
Gostei bastante do iogurte de foie-gras. O carapau, pois... os temperos eram óptimos, mas efectivamente coisas pouco cozinhadas não são mesmo a nossa "praia"!

De seguida vieram dois pratos de vieiras: com creme de couve-flor e cebolinhas e com caldo de cozido e couve portuguesa.




Muito boas as vieiras com o creme de couve-flor! As vieiras com o caldo de cozido eram demasiado "sem sabor"!

E continuámos a nossa experiência gastronómica, com  "vitela, alface na brasa, leite de amêndoa" e "frango, manjericão e couve-flor":






Aqui gostei particularmente do frango com couve-flor! E porquê? Porque eu não gosto de couve-flor, mas esta estava muito boa, dando um óptimo sabor ao prato. Já não gostámos assim tanto da vitela... não sei explicar o porquê. A consistência, o sabor, a alface na brasa que dá um "sabor chamuscado" a todo o conjunto...

E finalmente chegaram as sobremesas. Atentem bem que o meu "finalmente" refere-se apenas ao número de pratos que já tínhamos provado... não estávamos cheios, a abarrotar, como podem ver pela quantidade que é servida...

As sobremesas foram "cacau, passas em vinho do Porto, chocolate cristalizado e flor de sal" e "panacotta de alecrim, gelado de avelã, avelãs caramelizadas, cogumelos shitake".






Como gulosa assumida que sou, estava com alguma esperança que no final as sobremesas me reconfortassem e tornassem esta experiência algo inesquecível! Tal não aconteceu! A panacotta de alecrim era sim, muito boa, mas tudo o resto estava banal.

E pronto, chegou ao fim a nossa experiência gastronómica no Apicius! Não sei se conseguem perceber agora a razão de eu não saber por onde começar a escrever!

Foi um flop... depois de ler tantas coisas positivas acerca do restaurante, ficámos bastante desapontados. Isto seria brincadeira para ficar acima dos 60 euros, o que me parece completamente descabido para o que é servido! Parece-me haver aqui alguma necessidade de inventar novos pratos, novas misturas, e na maior parte das vezes, na simplicidade é que está o "ganho"!

Não posso portanto recomendar o Apicius! Muitas das opiniões que leio vão no sentido de uma experiência diferente, para fugir à rotina, provar novos sabores... pois, caso seja isso que pretendem obter e para isso pagar um valor que será sempre seguramente para cima de 50 euros, vão em frente!

Cereja no topo do bolo: o restaurante não cumpriu o que estava no convite do Zomato, e pagámos mais do que o devido. Enfim... não correu nada bem...


Rua da Crus dos Poiais, 89
São Bento, Lisboa





Popolo, Santos, Lisboa






Aproveitando a vinda a Lisboa de amigos de longa data (assim, de longa data, tipo "do curso", o que, meu Deus, é cada vez mais de longa data...buááááááá... as rugas e os cabelos brancos apoderam-se de nós..) decidimos ir a esse sítio tão falado e sempre com tanta gente à porta, que dá pelo nome de Popolo!

Estávamos a começar o Verão (sim, este post tem algum delay, sorry, mas muitas coisas se interpuserem entre mim e o computador), e portanto a animação era total, o Popolo estava bem composto de clientes, muitos deles que estavam apenas a beber qualquer coisa ao fim da tarde depois do trabalho, e muitos também já para ficar para jantar. 

Como já disse, o ambiente é animado, malta bem-disposta que está para se divertir e descontrair. O espaço é bastante grande, e a decoração é verdadeiramente GIRA!! Sim, é isso mesmo! G-I-R-A!! Há sítios bem decorados, clássicos ou contemporâneos, sóbrios ou mais coloridos e nada invalida que não sejam todos a seu modo, giros! Mas a decoração do Popolo está mesmo muito, muito engraçada, claramente diferenciada! Ora vejam:








Digo-vos já que as fotos não fazem jus à decoração! :)


Para iniciarmos o convívio ficámos pelo couvert disponível e mandámos vir também uma sangria e outras bebidas (para os meninos que não bebem, vulgo, Joana e B.!).



E depois de muitas indecisões e algum tempo a consultar esta ementa:



Decidimos pedir: hamburguers Nothing Personal, La Famiglia, Godfather, Consiglieri e um calzone Pizzeta Burguesa (para a Sininho, que gosta de ser diferente... :P). E aqui os temos:





Pois, então... que hei-de dizer...?! Estava tudo bom (mas só isso), mas... estão a ver o "potinho" de batatas fritas que acompanha os hamburguers? Pois, o problema é mesmo ser um "potinho"... ainda por cima, quando a acompanhar isto tudo até estão dois molhos excelentes, que dá vontade de estar ali a noite toda a mergulhar coisas neles e a comer... A pizzeta, segundo Sininho, também não era nada de espectacular e como podem ver pela foto, sabe a pouco.

Mas decidimos continuar a comer e como até estávamos em boa companhia, siga para as sobremesas! E aqui as nossas opções foram para Tiramisú, Brownie com gelado e crumble de maçã e framboesas. 







Estavam bastante boas, mas com uma nota negativa para o tamanho do brownie... não percebo! Olharam para nós e não perceberam logo que somos malta de alimento?! Não percebo... :)

Resumindo: o sítio é muito giro, as pessoas são giras, o atendimento é eficiente qb, a música está alta demais (gritar os pedidos para nos conseguirem ouvir parece-me sinal de que os decibéis estão para lá do normal), e pronto! Para bons hamburguers e boas pizzas este não será certamente o melhor sítio; mas se quiserem passar por cima deste detalhe e apostar num sítio mais "fixe", então sim, o Popolo é uma boa opção!

No meio desta brincadeira toda, e com os cafés incluídos, a conta ficou em 16 euros/pp.


Avenida 24 de Julho 50, 1200-868 Lisboa
Contacto | 21 3901641

Almoço \\2ª a Dom 12h às 15h30
Jantar \\ Dom a 4ª 19h30 às 24h | 5ª a Sáb 19h30 às 2h

Facebook