domingo, 26 de outubro de 2014

Pizzas por acaso, Estoril






 
Foi uma alegre surpresa quando recebi pelo correio (nos dias de hoje já nem as contas recebemos pelo correio, por isso tornou-se quase um momento festivo quando se recebe algo pelo correio que não seja publicidade) um convite da Zomato. Talvez por saberem que agora estou mais pela Linha enviaram-me um convite para um restaurante no Estoril. Assim num dia de chuva, e por isso não dava para ir jogar ténis, desafiei o Sebastião a deslocar-se à Linha, de forma a partilhar a experiência.

Quando chegámos ao local verificámos que era junto a um "bar", numa zona menos convidativa e turística do Estoril. Fomos tentando encontrar a porta do restaurante, que parecia ficar algures entre o bar e um restaurante brasileiro, mas não estava fácil. Por isso se lá forem, insistam, não se deixem intimidar pelo ambiente menos interessante e, pelo menos na noite em que fomos, algo twin peakesco.

Mas assim que passam a porta do restaurante, a ordem no mundo é restabelecida e dão de caras com um restaurante italiano com uma decoração convidativa, apagando o caminho percorrido para aqui chegar. O restaurante tem uma decoração baseada no branco e beje, com janelas viradas para o hotel do Estoril, o que torna as mesas junto das janelas, um local assim mais para o romântico. 




O convite dizia que tínhamos direito ao menu de degustação, o que nos explicaram ser tudo o que quiséssemos: entradas, pizzas e sobremesas à descrição. Medo! Muito medo! A desgraça abateu-se sobre as nossas cabeças e estômagos. Já para não dizer nos fígados, entre outros órgãos, algumas horas mais tarde.




As entradas iniciaram as hostilidades. Estavam fantásticas e serviram para abrir o apetite, que já de si estava em boa forma.




Como queríamos provar de tudo um pouco mas não existe estômago para provar 4 ou 5 pizzas. Conseguimos chegar a um acordo, pedimos 2 pizzas divididas em metades, cada uma com um sabor diferente. Assim, tivémos oportunidade de provar 4 pizzas diferentes, sem ficar (muito) mal dispostos. 




A lista era grande, mas conseguimos chegar a um consenso para as seguintes pizzas: boss, umbar, pica pica, fumeiro e lascas. A Umbar imagino que seja uma homenagem ao bar do lado, até porque leva rum.




As pizzas estavam fantásticas, maravilhosas. Leves, frescas, com bons ingredientes, um sabor diferente e refrescante. Até a pizza com rum sabia mesmo a rum, mas era uma boa supresa quando se sentia o rum na pizza. Fantástico!

Tivemos coragem e fomos às sobremesas. Como tínhamos sido "comedidos" nas pizzas houve lugar para sobremesa. As sobremesas estavam igualmente boas, principalmente a bolacha de citrinos. Estava, da mesma forma, diferente e incentivava a saborear as diferentes texturas.




Caso ainda não tenham percebido, vão e experimentem! São pizzas é verdade, e se forem escravos da moda dirão que agora isso está out, mas são excelentes pizzas. Por isso ignorem a envolvência estranha e escura, tenham a coragem de passar a porta e vão ter uma agradável surpresa.


Pizzas por Acaso
Rua Biarritz, 3 - Estoril
Horário: 12h30-14h30, 20h00-24h00 (fecha à terça-feira)



sábado, 25 de outubro de 2014

Vinificando, Madragoa, Lisboa

 
 
 
Algures nas ruas da Madragoa encontra-se o Vinificando. O Vinificando abriu este ano e é um bar onde se servem petiscos a toda a hora e que podem ser acompanhados com vinho, cerveja, gin, etc! Com um convite do Zomato fomos lá provar alguns dos petiscos servidos mas não, não provámos vinho, mas apenas porque não bebemos álcool! :)

A sala é um pouco pequena, mas na rua existe uma esplanada que em dias de Verão será certamente muito agradável.


 
 


Para começar pedimos um queijo alentejano, linguiça e ovos com farinheira. 
 
 

 
 
O queijo e a linguiça estavam óptimos e eram de excelente qualidade. Relativamente aos ovos com farinheira, pois que nem sei que vos diga....... estavam óóóóóptimos!!!! Eram muito bons, talvez os melhores que comi até hoje, e tinham qualquer coisa além dos ingredientes óbvios que não os deixava ficar enjoativos. Um dos meus problemas com este petisco é sempre gostar muito, mas rapidamente enjoar-me e nunca consigo comer muito! Estes não... estes estavam mesmo muito bons! Poderia ter ficado com uma dose só para mim, que acho que não me enjoava. Infelizmente, o B. também adorou e portanto isto teve mesmo de ser dividido... :)

Para completar o jantar decidimos ainda pedir uma salada de polvo e uma tiborna simples.
 
 

 
Eu fiquei com a salada de polvo, que gostei muito, estava muito bem temperada! O B. ficou-se pela tiborna que, segundo ele, estava também óptima! 





Para ter uma ideia sobre os preços praticados nada como consultar a página do Vinificando no Zomato, onde estão disponíveis as ementas do bar; no entanto, este jantar fica em cerca de 21 euros, o que não é caro tendo a conta a qualidade do que foi servido.
Com um atendimento muito simpático e eficiente, o Vinificando parece-me uma excelente opção para fazer uma refeição mais leve, onde é possível beber vinho a copo (também já ouvi dizer muito bem dos gins...).







Rua Vicente Borga, 2 (perto da R. Dom Carlos I)
Tel. 21 404 6162
Seg - Qui: 12:00 - 0:00
Sex - Sáb: 12:00 - 2:00


Nota: Fotos Joana, come a papa, FB do Vinificando e sol.pt




sexta-feira, 17 de outubro de 2014

Cultura do Hambúrguer, Bairro Alto

 
 
 

 
 
A Cultura do Chá, na Rua das Salgadeiras, fechou dando lugar à Cultura do Hambúrguer... Como ainda não existem, em Lisboa, casas de hambúrgueres suficientes, eis que abriu mais uma para colmatar essa necessidade

A decoração foi mantida e por isso ainda "cheira" a casa de chá. Foram muitos anos de casa de chá e a manutenção da decoração não ajuda a dissociar as ideias. 




Quando cheguei o grupo já estava devidamente sentado e com bebidas à frente. Gostei do aspecto do gin, mas como era de pêssego, e não gostei especialmente da ideia, foi-me simpaticamente sugerido um gin de lima, mas com rum. Ora, um gin mas com rum... Certo...




Os hambúrgueres são bons e saborosos. Mas que raio, já são tantas casas de hambúrgueres que já é difícil de classificar ou diferenciar. São bons, tão bons como tantas outras casas, sem se diferenciar especialmente. As batatas fritas são entre os palitos e a palha. 

As sobremesas continuam boas, até porque pelo que percebi mantêm a anterior ligação com as Salgadeiras. 

Quanto aos preços são o regular para este tipo de casas, cerca de 10 euros por pessoa.


Cultura do hambúrguer
Rua das Salgadeiras, 38, Bairro Alto
Tel: 213430272



 

sábado, 11 de outubro de 2014

Lateral Bistrô, Lisboa




 
 
Após a experiência tão positiva no Lateral do Cais do Sodré, convenci o grupo dos jantares de sexta-feira a ir ao Lateral Bistro, nas Avenidas Novas. 

Aqui a experiência foi algo diferente. A começar pelo atendimento, este foi atrapalhado e baralhado. A casa é pequena e os empregados cruzavam-se e baralhavam-se entre si.

Quando cheguei o pessoal já atacava há algum tempo as entradas e todos pareciam felizes. Chegou à altura de pedir e aí instalou-se o caos. Os pedidos foram complicados e difíceis e os empregados nada ajudaram para melhorar a situação. 




Quando chegaram os pratos, nada melhorou. Pelo meu lado tenho a dizer que estava tudo bom, não tão bom como o Lateral do Cais do Sodré, mas ainda assim agradável e saboroso.

 

 
Infelizmente esta não foi a opinião geral. A uns faltou o acompanhamento dos pratos, foi necessário pedir que fosse servido, outros ficaram a sentir-se mal. Acho que a opinião negativa de uns foi potencializada pela dos outros e foi a desgraça.

Dentro de considerações filosóficas, várias vezes aqui abordados por mim, em certa medida o ambiente geral do grupo influencia mais a experiência do que a qualidade da comida. O ambiente, conjuntura, enquadramento nas duas experiências foi muito diferente, o que levou a que as experiências fossem também diferentes. O ambiente criado pelo próprio restaurante contribuiu, e muito, para o falhanço da experiência. 

O restaurante no Cais do Sodré é mais acolhedor e com uma decoração mais agradável. O restaurante nas Avenidas Novas é mais escuro, com uma decoração menos apelativa, no entanto tem um quadro bem interessante.



Lateral Bistrô
Avenida Barbosa du Bocage, 107 A, Lisboa
Tel: 217941148