Zé Varunca, Lisboa



Nem que fosse só pelo nome, este restaurante merecia uma visita. Mas não foi por ele que o visitámos, foi mesmo pela comida que, num dia frio e chuvoso, decidimos pôr os pneus a caminho e ir experimentar este restaurante alentejano em pleno coração lisboeta - Rua das Pretas/Rua de S.José.

Qual lança alentejana em Lisboa, assim que se entra no restaurante percebe-se que este se distancia dos restantes que povoam as ruas paralelas à Av. da Liberdade, quer pela comida, simpatia de atendimento ou ambiente castiço (não confundir com aspecto tasca ou de snack-bar).

Não se deixem enganar pela fotografia, a sala é pequena  por isso grupos grandes (mais de três já é uma multidão) devem precaver-se e tentar reservar. Acreditem que com gente nas cadeiras o espaço entre as mesas a modos que se evapora.

Assim que nos sentamos, somos presenteados com uma ementa bem recheada (cada dia da semana tem 4 a 5 pratos diferentes), sendo a sua maioria pratos tipicamente alentejanos. Depois de escolhermos o que queríamos como prato principal (arroz de pato à moda da casa e galinha de campo de cabidela), vieram perguntar se queríamos uma entrada (um prato de barro cheio de pequenas taças com diversas tentações do demo) que, após alguma hesitação, decidimos  recusar. Mas quando a senhora disse: "e pãozinho quente?", a nossa alma de Scrooge lá se derreteu e dissemos que isso ia. E foi uma decisão tão acertada :-) Genuinamente quente (não sabia a quente de microondas) e a saber mesmo a pão - por mim davam-me manteiga, fiambre e marmelada e uma faca e eu almoçava já ali.

Antes que me esqueça, os pratos são muito bem servidos!!!! A não ser que sejam pessoas de muuuuuuuito alimento um prato dá para duas pessoas. Acreditem que se soubéssemos o que sabemos agora só tínhamos mandado vir um prato (deixar ir embora aquele arrozinho de cabidela foi um crime para com todo aquele sangue derramado). Ambos os pratos estavam excelentes!!!!

Como já rebentávamos pelas costuras de tanta comida só conseguimos comer uma sobremesa - cericá com ameixa. Estava muito boa, húmida e esponjosa q.b., e até a ameixa soube que nem ginjas. Foi com grande tristeza que não tivemos capacidade para comer outras sobremesas, igualmente promissoras, que sussurravam por cima do meu ombro: "vá lá só mais uma" :-)

A brincadeira ficou toda por 13€ pp, o que me pareceu mais que justo para o que se comeu (em termos de qualidade e quantidade). Quero lá voltar........ as migas e a encharcada lá me aguardam....

Localização: Rua de S. José, 54, 1150-323, Lisboa, Tel. 213468018, e-mail: zevarunca@hotmail.com


Comentários

Espiral Doce disse…
Não conhecia!

Pareceu tentador...

Tenho que lá ir fazer uma visita.

Mensagens populares deste blogue

Mundet Factory, Seixal

Pastelices, Seixal

Alô! Alô!