Bella Lisa, Avenidas Novas




Ora bem, este repost de uma publicação em 2011, serve para informar que tudo o que o Sebastião disse na altura se mantém! O que, tendo em conta a longevidade média dos restaurantes, faz com que o BellaLisa possa ser considerado um clássico!

Aqui ficam as fotos desta ida:





Um belo gnocchi e uma pizza de massa fininha e muito saborosa! Os preços também se mantêm na mesma, cerca de 15 €/pp. Um conselho: escolham outro dia que não a sexta à noite... pareceu-me um pouco confuso e barulhento! Alguns grupos, festas de anos, famílias e afins tornam o ambiente um pouco agitado (principalmente para quem vai "a dois"!).

Joana


----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------




 
Alguns de vós vão chamar-me herege (ou outra coisa menos simpática) quando eu disser que existe uma alternativa ao La Finestra mas, na minha humilde opinião, é a mais pura da verdades (muito mais que as donzelas de Odivelas :-). Por isso, caso estejam pelas Avenidas Novas e queiram um restaurante italiano com boas massas e pizzas não precisam de ir a correr para a Conde Valbom engrossar a fila naturalmente extensa do La Finestra, virem antes para a Visconde Valmor e experimentem o BellaLisa.

Pronto, já acabaram com as imprecações? Eu percebo a dificuldade em aceitar tal conselho e, muito possivelmente, se forem ao BellaLisa vão dizer que eu estava completamente errado. Mas that's life :-)

O BellaLisa tem uma decoração em que só falta um Soprano na mesa do canto, com um guardanapo branco salpicado de molho em redor do pescoço, para dar um ar definitivamente italiano. Isso e toalhas de mesa aos quadrados brancos e vermelhos [update: já têm toalhas aos quadrados vermelhos!].

Espaço é algo que abunda neste restaurante. Duas salas ficam no piso de entrada  (separadas por um desnível) e uma terceira sala na cave (que tendo em vista o bando de pardais que vi de lá sair, desconfio que seja muito utilizada para jantares de grupos). Ah! E não se assustem se olharem para o restaurante e parecer vazio, grande parte das pessoas fica na sala mais interior, que não se vê a partir da entrada. Reservar parece-me apenas necessário se o grupo for realmente grande ou o jantar for na altura gastronomicamente mais crítica do ano (Natal e Ano Novo), de resto pareceu-me um local onde aparecer sem reservar não constitui grande problema.

Já provei um pouco de tudo neste restaurante... pizzas, massas, lasanha e canelones e estavam todos óptimos! Naturalmente quando disse que já tinha provado vários pratos diferentes, perceberam que não queria dizer que tenha sido eu a pedir, certo? A minha opinião, de que a comida é boa, foi partilhada por todos os que estavam na mesa. A sangria branca que bebemos estava excelente, não sei se foi sorte ou é sempre assim mas que foi até à última gota e bocado de fruta, lá isso foi.

O atendimento é relativamente bom, em que o advérbio de modo surge pela demora em trazer a paparoca para as boquinhas esfomeadas e não pela simpatia e préstimo dos empregados.

Em termos de sobremesa, tem tudo o que é suposto num restaurante italiano e do que provei ("Tirameisso") estava bom. A conta foi na ordem dos 15€ pp das vezes que lá fui, o que me parece dentro do normal num restaurante italiano.


Av. Visconde Valmor 65-A, 1050-239 Lisboa

Tel.: 217 979 026
Horário: 12h às 16h | 19h às 24h
Encerramento: não encerra






  

Comentários

Fernanda disse…
Olá, virei fã do blog de vocês. Sou brasileira e vou à Lisboa com meu namorado francês passar férias. Vocês tem alguma sugestão de restaurante na zona central, bem romântico, com a média de preços justo?
obrigada
olá!
Bem lembrámo-nos de alguns: Café Buenos Aires, La Paparucha ou Louro&Sal. Ficam todos na zona da Baixa ou Bairro Alto, zona central de Lisboa.
Espero que ajude. E obrigado por ler o blog :-)

Mensagens populares deste blogue

Mundet Factory, Seixal

Pastelices, Seixal