sexta-feira, 8 de julho de 2011

A Padaria Portuguesa, Lisboa






A primeira Padaria Portuguesa abriu em Novembro de 2010 na Avenida João XXI, em Lisboa. Admito que pensei que fosse apenas uma moda e que rapidamente entraria na corrente do esquecimento, tal era o burburinho em volta de uma simples Padaria.

Mas enfim, apesar do burburinho ter acalmado, a Padaria não só continua de pedra e cal na Avenida João XXI como já disseminou a semente por Campo de Ourique e Vila Franca de Xira.
  
E o que tem de diferente esta Padaria de tantas outras padarias e pastelarias por essa Lisboa a fora? Na minha opinião, uma combinação bem sucedida entre um bom produto alimentício e uma decoração de loja bem conseguida. Nota-se que toda a decoração foi pensada de forma a interligar linhas modernas com gostos de outros tempos, criando um ambiente ao mesmo tempo contemporâneo e tradicional. A confirmá-lo está o chão de mosaico em tons de castanho e laranja, igual a tantos outros que se pisavam por esse Portugal fora; os dispensadores de guardanapos forrados; os sacos do pão em pano prontos a serem levados para casa; e, um dos meus favoritos, as redes a tapar cestos com pequenas delicatessen como mini-croissant ou fatias de bolo para prova :-).

Ah! Quase me esquecia.... a música ambiente é fantástica! Desde o inverno em Nova Iorque do José Cid, passando por todos os beijos que o Herman José precisa para ficar satisfeito, até deixar rir o Jorge Palma, são várias as músicas que flutuam no éter e servem para acentuar o ambiente nostálgico da Padaria. Para os que gostam das baladas de outros tempos como eu, não vão parar de cantar baixinho...
  
Há pão quente a sair várias vezes ao dia e, segundo consta, são mais de 30 variedades de pão. Para além das sandes típicas (queijo, fiambre, manteiga...), existem outras mais elaboradas como carne assada com cogumelos e mostarda de coentros. Outros mimos são o pão com chouriço, o pão com azeitonas e o pãozinho com farinheira (com tanta saída que é melhor reservar!). Os bolos são outra desgraça...o pão de Deus, os caracóis, as bolas de Berlim... hummm haveria tanto mais para dizer mas ainda não consegui provar tudo :-)

 
Padaria Portuguesa - João XXI

As duas lojas de Lisboa têm esplanada, sendo a da João XXI a que tem mais mesas e espaço de manobra (o interior da loja é igualmente maior), o que as torna num excelente local para parar, sentar, descansar e lanchar. Devido à sua localização geográfica, as duas Padarias lisboetas acabam por ter ambientes diferentes, uma encontra-se virada para a João XXI, umas das principais artérias de Lisboa, e a outra tem vista para o jardim da Parada. Mas não escolham, façam como eu e vão às duas :-)

Apenas tenho três dicas: não se esqueçam de tirar a senha assim que entram, o que elimina as confusões de quem chegou primeiro ao balcão; quanto mais tarde forem menor a escolha; e não se deixem levar pela gula (preferível voltarem mais vezes do que experimentar tudo de uma só vez) :-).

   

Padaria Portuguesa - Campo Ourique


Informação
Padaria Portuguesa - João XXI
Avenida João XXI, nº 9 Lisboa
(mais concretamente a meia dúzia de passos do Areeiro)

Padaria Portuguesa - Campo Ourique
Rua 4 de Infantaria, nº 30 Campo de Ourique, Lisboa
(mais concretamente no Jardim da Parada)

Padaria Portuguesa - Vila Franca Xira
Rua Alves Redol, nº 109

Encerramento: não encerra
Horário: 08:00 às 20:00
Facebook


  

8 comentários:

sininho disse...

Também já abriu na Av. ELias Garcia, nº96 Lisboa, já comprovado pelo sebastião e pela joana.

Unknown disse...

E também abriu na Pascoal de Melo perto do Jardim Constantino, mas deixem que vos diga... as torradas lá são um autêntico assalto à mão armada... quase 2 euros por duas fatias de Panrico com manteiga?!?! Onde estão as minhas duas fatias de pão de forma caseiro e fofinho!?!?!

Anónimo disse...

deve ter havido um engano...ou já lá comi em pão caseiro e eram muito boas.

Anónimo disse...

aumento súbito de 10% - deve estar a correr-lhes bem a vida e estão a esticar-se ... serviço fraco, empregados amadores, pelo menos na elias garcia.

Sebastião, come tudo disse...

sim na Elias Garcia o serviço é, como hi-de dizer......., um pouco desconcentrado :-) e, no entanto continua a ser a que mais visito. A broa com farinheira e o pão de deus não têm a culpa :-p

areis366 disse...

Bom ambiente...com Tias.

Aaaa disse...

Sempre gostei muito da padaria portugesa e íamos alguns dias tomar um pequeno almoço em Saladnha, óptimo. Hoje resolvemos ir a Telheiras, pois saiu uma propagando em um revista e achamos muito simpático. Ao chegar pedimos um suco de laranja e veio com bichos ... Horrível !. Tinha bichos no sucos ... Fiquei com muito nojo.
Depois a gerente não teve boa postura e sequer veio a nossa mesa.
Lamentável !

Anónimo disse...

Tmbém falam muito de preço acessível mas... eu fui lá beber um leite com chocolate e pediram-me 2€!!Uma baguete 0.90€!
Pode ser gira e diferente do que há, mas à custa disso lá vão as Tias pagar o que eles pedem e deixam-se enganar. Pois é, a imagem não é tudo.