Pastelaria Restelo - Careca



Escrever sobre a pastelaria do Careca é “quase” um cliché, redundância, lugar-comum, trivialidade, etc. Mas se, por alguma razão muito estranha, existe alguém que viva em Lisboa ou arredores e não conhece o Careca, aqui fica o post.

O Careca, ou melhor a Pastelaria Restelo, é famoso pelos palmiers de massa muito fina mas aquilo que me tira do sério são mesmo os croissants de manteiga que, pelo menos pela minha experiência, estão sempre quentinhos. As fornadas devem ser tão frequentes que eles não têm tempo de arrefecer, nem de sair dos tabuleiros que vêm da cozinha (bem ao jeito dos pasteis de Belém). Os croissants são pequenos é verdade, mas eu pelo menos não consigo comer mais do que um, tal é o choque de açúcar no sangue. É que os croissants são de massa folhada, cobertos com uma camada de açúcar bastante significativa e crocante, e por dentro são bem húmidos devido à manteiga. Logo, quantidades imensas de açúcar e gordura, mas… divinais!, e valem bem a visita ao Careca.

A pastelaria em si não é nada de especial, tem uma esplanada agradável no jardim ao lado e algumas mesas, normalmente superlotadas, no interior. Uma das características da pastelaria é estar sempre à pinha, principalmente à hora de ponta, ou seja pequeno-almoço e lanches. A estas horas a espera é exasperante, e é preciso mesmo ir à luta para conseguir um croissant. Nada de grandes condescendências, se não é bem possível que acabem os croissants, e não podemos correr esse risco.



Pastelaria Restelo
Rua Duarte Pacheco Pereira 11 D - Lisboa
213010987
Encerra à Terça-feira




Comentários

Mensagens populares deste blogue

Mundet Factory, Seixal

Pastelices, Seixal

Alô! Alô!