quarta-feira, 18 de abril de 2012

O Chá do Carmo, Chiado

    
     
"Eu não sou eu nem sou o outro,
Sou qualquer coisa de intermédio" foi, basicamente, a sensação que tive do Chá do Carmo. Nada tenho a dizer contra este estabelecimento comercial mas, também, não irei maçar os peixes com um sermão sobre as suas virtudes.

Fiquei com a sensação de estar num local para turistas pararem, descansarem a meio de um qualquer percurso que o Top10 aconselha, beberem um chá e depois seguirem viajem. Mas com isto não quer dizer que o chá que bebi fosse mau, pelo contrário, mas nada me ofereciam para além dos comuns sconnes, torradas em pão de forma industrial e bolos caseiros like. Nem a decoração do espaço me encheu especialmente as medidas. Bem, agora que ponho isto por escrito, se calhar estava num daqueles dias... se tivesse trompas de falópio poderia desculpar-me com a ovulação.... mas como não é o caso.... hummm.... já sei! estava num momento de inquietude pessoal, onde tudo à minha volta parecia banal, desprovido de interesse, quando comparado com as convulsões do meu eu metafísico. Ou então simplesmente didn't rock my world





Julgo que um dia destes tenho voltar ao Chá do Carmo, certificando-me previamente que estou capaz, para tirar a prova dos nove e dar uma opinião mais fundamentada. Entretanto, caros leitores, ide ver por vocês mesmos e já sabem o royal café, vertigo, as austríacas e, se quiserem andar um bocadinho, a boulangerie ficam perto, só para o caso.... :-)

Localização
Horário: 2ª a 6ª das 09:00 às 20:00 | Sábado das 10:00 às 20:00 (inverno)
Horário: 2ª a 6ª das 09:00 às 24:00 | Sábado das 10:00 às 24:00 (verão)
Encerramento: Domingos
Largo do Carmo 21, 1200-092 Lisboa

Sem comentários: