Museu dos Sabores, Almada

 
 
Assumidamente fã da margem sul desde sempre, concretizando ainda mais indo para lá morar, e expiando todos os dias os meus pecados nas filas da ponte 25 de Abril, gosto sempre de publicar posts sobre a outra margem, para mostrar e defendê-la daquelas línguas viperinas que um dia tiveram a ousadia de dizer que aquilo é um deserto...seguindo também as recomendações (obrigada, João!) de quem lê as nossas opiniões, as quais agradecemos e gostamos muito, fomos almoçar ao Museu dos Sabores.

O Museu dos Sabores fica no Museu da Cidade em Almada (Cova da Piedade), tem um jardim muito agradável, tem parque de estacionamento à porta e é de fácil acesso para quem vem de Lisboa. 




Tem também uma grande vantagem: ao almoço tem a versão low cost e a versão "normal". E o que é isto da versão low cost? São os pratos do dia, com uma apresentação caseira, bons na mesma, servidos também em quantidade generosa, mas que não têm a descrição de "abc em cama de xyh com xpto caramelizado"! :)




Ao fim-de-semana andamos habitualmente com o nosso par de rebentos e portanto temos de escolher algo que seja adequado para eles comerem: rapidamente se prontificaram a fazer um hamburguer grelhado acompanhado de umas batatas fritas deliciosas, arroz branco e salada. Para nós, as escolhas recaíram num estaladiço de bacalhau e nos fofos de pescada com arroz de grelos. Posso-vos dizer que estava tudo óptimo! :) O meu estaladiço estava óptimo, o arroz de grelos estava no "ponto" e os fofos era bem saborosos!




Para a sobremesa, e dado que nesta altura eu estava em restrição calórica (que é um nome giro para quem anda em dieta...) escolhemos apenas uma panacotta de hortelã com molho de chocolate. Aqui não me correu a mim tão bem, porque eu não gosto de comida com sabor a hortelã porque me faz sempre lembrar pasta de dentes, e estava descansada que não iria furar ainda mais a minha restrição calórica...mas provei...e caraças, pá! aquilo estava muito bom! :)) Pois, que "lambemos" o prato...




No final da refeição pudemos apreciar os nossos cafés já muito descansados, sem as crianças; e perguntam vocês, onde andavam elas?! ah, pois é, e aqui fica mais uma vantagem do Museu dos Sabores (prometo que não vos maço mais com vantagens...): estão a ver o tal jardim?! Tem uma distância muito salutar do portão, tem relva, está bem à vista de quem está no restaurante (ainda mais da esplanada), e portanto as crianças podem ser "soltas" no final da refeição e deixar os pais descansados! :)





Ups!! Reparo agora que tenho de falar de mais uma vantagem! :)) Pagámos 33 euros pela refeição para três pessoas (conto sempre pelos pratos principais consumidos), o que tendo em conta o que foi consumido, a qualidade e a quantidade servida, a localização me parece mesmo muito bem!

Pronto, vá, agora vou só dizer aquilo que gostámos menos. O B. não gostou muito do aspecto do interior do restaurante; achou que era um pouco abandalhado! E tentámos lá voltar no dia 1/07 para almoçar e estava fechado para um evento privado (vou fazer beicinho...)!


Localização 
Praça João Raimundo, 2805-233 Cova da Piedade, Portugal
Terça a Sábado - das 9:30 às 23 Horas
Domingo – das 9:30 às 18 Horas
E-mail: museudossabores@netcabo.pt
Tlm: 919 417 620



Comentários

João disse…
olá boa tarde,
ainda bem que gostaram:)
Cláudia M. disse…
Ontem estivémos neste restaurante para jantar e gostámos q.b.; isto porque, à noite, apenas tinham os pratos do dia (?) e também concordo com o B. relativamente ao aspecto do espaço. No entanto, eu comi arroz de tamboril que estava muito bom (apenas deveria ter um pouco mais de tamboril) e o R. comeu lasanha que também estava muito bem. Ficámos surpreendidos foi com a conta: 20,70€! Com sobremesa e café incluídos, foi realmente simpático!

Mensagens populares deste blogue

Mundet Factory, Seixal

Pastelices, Seixal

Alô! Alô!