Júlio dos Caracóis, Lisboa







Ainda no espírito de comemoração do término das férias de verão, sim porque depois vêm as férias de outono e as férias de inverno (oh meu Deus!, lá vou ter de ir à neve outra vez...), e assim sucessivamente. 

Fui pela primeira vez (falha muito grave!) ao Júlio dos Caracóis.

Pois, eu esperava uma tasca. Se calhar o Júlio dos Caracóis já foi uma tasca mas agora não o é. Actualmente é um restaurante enorme com decoração moderna e grandes ecrãs para se poder acompanhar, a avaliar pela decoração, os jogos do Sporting. 

No Júlio dos Caracóis come-se, pasmem-se, caracóis. Come-se outras coisas é verdade, até é possível pedir uma refeição, mas para quê?!?

No entanto, como no grupo havia uma pessoa que não comia caracóis, pedimos um prato de caracóis e um de rodízio de enchidos, o que foi demais para 3 pessoas.

Um ponto positivo é o atendimento, muito simpático e atencioso. O ponto negativo, e estranho nos dias de hoje, tem a ver com o facto de a zona de fumadores e a de não fumadores estarem juntas, o que num restaurante tão grande era desnecessário, e como ficámos na zona de fronteira era como se tivéssemos na zona de fumadores.

No final a conta ficou 13 euros por pessoa, o que me pareceu um pouco demais visto que não houve vinho.

Resumindo, é um bom local para ir com um grupo grande de amigos, sim porque o barulho na sala é enorme por isso o grupo pode contribuir com todo o entusiasmo para a causa. Os caracóis, ex-libris da casa, são efectivamente bons assim como o resto da comida.







Júlio dos Caracóis

Rua Vale Formoso de Cima 140 - B Lisboa
218 596 160
http://juliodoscaracois.com/

Horário:
Verão: Abril até à 1ª semana de Setembro
Terça a Sexta-Feira das 12:00 até às 15:00 e das 16:45 às 22:30 Horas
Sábados, Domingos e Feriados das 16:45 até às 22:30 Horas

Inverno: Outubro a Março
Segunda a Sábado das 10 às 23 Horas





Comentários

Mensagens populares deste blogue

Mundet Factory, Seixal

Pastelices, Seixal