Padaria do Bairro, Avenidas Novas





Eu, Sebastião da Silva, perder-me é algo "tão natural como a sua sede" ou, para ser ainda mais rebuscado, uma verdade de La Palice. É um "dom" que me assola desde tenra idade (mas, ainda assim, melhor que ver "dead people".... acordar e ver o Bruce Willis a olhar para mim era capaz de me dar insónias) e não se tem atenuado com a idade, muito pelo contrário.

Isto tudo porque andava eu nas Avenidas Novas (mais concretamente na Elias Garcia), fisgado em ir ao supermercado Pouco Doce da 5 de Outubro, como tantas vezes já o fiz, eis que me distraio e pronto lá perdi o norte! Primeiro praguejo e digo vitupérios em relação à minha desatenção, depois reparo num Smallpreço e penso "Serve!". Quando saio do carro, vejo que estacionei em frente a uma padaria com um aspecto todo pintas.




Compras de supermercado....padaria com bom aspecto......cinco segundos depois desta profunda e intensa discussão interior, entrava pela padaria a dentro. A padaria, chamada Padaria do Bairro, deixa-se contagiar pelo ambiente das novas padarias (Padaria 2.0), pondo de lado as balanças de dois pratos, os azulejos brancos e a pedra mármore, e a ideia que padarias são para comprar e ir embora (ou para ficar o tempo suficiente para pôr a cusquice em dia). A Padaria do Bairro tem uma decoração simpática, com alusões ao produto que vendem (neste caso, uma fotografia em tamanho XXXL de um pão), que convida a fazer uma pausa para comer. A Padaria é espaçosa, com várias mesas e sofás, e oferece um pouco de tudo (tostas, saladas, sandes, sopas....), em que este tudo inclui salgados e doces :-)



A hora (e dia da semana... Domingo) a que fui não ajudou em termos de variedade de oferta mas o meu olhar logo se prendeu nos croissants e nas mini-bolas de berlim. Ataquei uma bola, logo ali, à frente de toda a gente, sem medo do que pudessem pensar. E foi bom, muito bom (não acendi cigarro porque não fumo :-). Ganhei logo outro ânimo para as compras de supermercado que se seguiam e perdoei-me pela desatenção.... de outra forma não teria descoberto as mini-bolas (e a Padaria do Bairro).







Vou com regularidade à Elias Garcia, visitar a minha Padaria Portuguesa de eleição (não sei explicar, pois vou a outras e gosto, mas esta é aquele que associo quando alguém diz Padaria Portuguesa) mas suspeito que na próxima visita vou andar mais um bocadinho e voltar a visitar a Padaria de Bairro... existem mini-bolas com recheios que ainda não provei.










Padaria do Bairro

Av. Elias Garcia, 80-A, Lisboa
Segunda a sexta | 07:30 às 20:00
Sábado e domingo | 08:30 às 20:00
http://www.padariadobairro.pt/menu.html (de onde retirei as fotos)
Facebook




Comentários

Olá Sebastião, inteiramente de acordo, acho que a sua descrição esta perfeita, este fim-de-semana estive mais uma vez na Padaria do Bairro com a minha mulher no já famoso brunch e estava divinal.Gostava até de lançar um desafio porque não vinho juntamente com o brunch. E as novas minibolas são um crime para quem é guloso.
PlacesinLisbon
As mini-bolas são fantásticas! Recomendo as de chocolate... :)

Mensagens populares deste blogue

Mundet Factory, Seixal

Pastelices, Seixal