Melt, Avenidas Novas



A internet é realmente uma coisa magnífica, especialmente a internet no smartphone, e digo isto porque meia hora antes de entrar pela porta do Melt não fazia a mínima ideia que este espaço existia.

Melt é, na falta de melhor termo, uma hamburgueria. E digo falta de melhor termo, porque hamburgueria é algo redutor no que toca ao Melt. Não é que não tenha uma oferta variada de hambúrgueres mas porque tem mais opções para além disso, como montaditos, saladas e bocatas, não esquecendo os brunch.

Melt tem residência fixa nas Avenidas Novas, mais concretamente na avenida Visconde Valmor. Portanto local de fácil acesso pedestre ou por transporte público, mas um desafio para quem precise ou queira ir de carro (especialmente em dias de semana). No meu caso, fui como o Armando, um bocadinho a pé, um bocadinho andando (eu sei mas não resisti).

Quando passamos o limiar da porta deparamo-nos com uma sala sobre o comprido, com o balcão a dividir a sala ao meio, e no fim da sala têm uma porta que dá acesso a um pequeno pátio interior. O meu primeiro instinto foi marchar até ao fim da sala e tentar a minha sorte no pátio, infelizmente assim que abri a porta levei com um bafo a cigarros, por isso toca de fechar a porta, rodar os calcanhares e ir para as mesas na entrada.

Enquanto esperava que me viessem dar uma ementa ou dizer quais eram as minhas opções, só pensava na Earth song do Michael Jackson. Muito possivelmente porque do chão às paredes, passando pelo mobiliário, toda a decoração do espaço é feita em tons de castanho, fazendo vir ao de cima a minha alma de ecologista musical. Pena é que a escolha acertada de cores e mobiliário foi acompanhada por uma desapontante decoração de paredes. Ressalva para o elefante que, enquanto não for apagado, ilumina toda a sala.




Depois de balançar entre uma bocata ou um hambúrguer, acabei por deixar-me convencer pela combinação agridoce do hambúrguer gourmet (com queijo de cabra, doce de framboesa e nozes). 

O hambúrguer vir no prato não me fez mossa mas admito que fiquei surpreendido por não me terem perguntado de que forma preferia. Presumo que se se quiser no pão tem de se dizer pois de outra forma vem no prato. É como nas faturas, ou se diz rapidamente o NIF ou então depois do hambúrguer ser emitido já não há volta a dar. 

O hambúrguer mesmo despido de lençol de baixo e edredão não se constipou, estava de boa saúde e recomenda-se. E sim o acompanhamento são batatas fritas de pacote, mas disto fui logo avisado quando pedi, podendo ter escolhido em alternativa batata assada ou salada.




Como estava com alguma pressa não tive oportunidade de esmiuçar as opções de sobremesa. No fim, consciente de que tinha escolhido dos hambúrgueres mais caros, não fiquei surpreendido por pagar cerca de 10€. No entanto não acho que mereça um preço tão elevado, especialmente quando me ocorrem os hambúrgueres que comi recentemente na Hamburgueria do campo ou 100% hamburgueria. Mas a renda nas avenidas novas tem de ser paga.

O atendimento foi simpático mas um bocadinho desconcentrado.

Em suma, Melt é um espaço acolhedor, com muito potencial e cujos pontos menos bons não são suficientes para me impedir de voltar ou desaconselhar outros a fazerem uma visita :-)







Av. Visconde Valmor n.º 40A, 1050-063 Lisboa

Horário (Inverno) | 2ª a 6ª : 9h às 22h | Fds e Feriados : 11h às 20h

Blog | FB













Comentários

Mensagens populares deste blogue

Mundet Factory, Seixal

Pastelices, Seixal

Alô! Alô!