Nicolau Lisboa, Baixa

 

 

  

Se existe frase que merece ser escrita numa t-shirt é "nunca ninguém disse que a vida era suposto ser fácil". Este último ano tem sido algo confinado a determinados espaços e passos, a projetos e aventuras, que fizeram com que o tempo passa-se a correr e, eis que senão quando, cá estamos nós de volta ao Natal e apenas com meia dúzia de entradas no blog.

A ida ao Nicolau Lisboa foi uma das primeiras vezes, ao fim de vários meses, que pude espairecer sem sentimentos de culpa, sem pensar que tinha aquilo e aquilo e aquilo e aquilo e aquilo para fazer. E esteve quase para não acontecer. Como era o primeiro dia de liberdade não queria vê-lo manchado por uma má aposta, por isso pensava em jogar pelo seguro e ir a um qualquer local já velho conhecido, com créditos firmados. Mas (felizmente) fui convencido a experimentar este novo local.

O Nicolau Lisboa fica na Rua de S. Nicolau, perto da interseção desta rua com a Rua do Fanqueiros. Não é difícil de dar conta do local, com a esplanada, os motivos algo tropicais e os magotes de gente em tons de lagosta a sinalizarem na perfeição o local.
 
 



Temos então dois espaços: a esplanada (para quem quer arejar, fumar e tostar mais um bocadinho) e o espaço interior (para quem quer viajar para um paraíso tropical).

A decoração tem um marcado espírito de tropicalismo, fazendo esperar que a qualquer altura alguém vai desatar a tocar um samba, rumba ou mambo :-) Os tons alegres e as madeiras fazem esquecer o teto baixo e tornam o excesso de mesas mais tolerável (andar pela sala com ela cheia é algo complicado). O balcão fica num nível mais baixo que a sala, o que permite ter uma visão do que vai circulando e também um acesso melhorado aos cheiros deliciosos que dela saem.


 
  
 

A ementa é variada. Indo desde saladas e hambúrgueres até panquecas e torradas, passando por taças de iogurte e papas de aveia assim como ovos de todas as formas e maneiras. Portanto podem fazer-se as refeições que se quiser - pequeno-almoço, almoço, brunch ou lanche - quando se quiser. Tudo depende do que vos apetecer. E deixem-me que vos diga, vi passar cada coisa mais apetitosa!

No nosso caso em concreto, como o almoço tinha sido à pouco tempo, tive que pôr de parte ferrar os dentinhos num dos belos hambúrgueres que vi comer alegremente, a duas mesas de distância, pelo sr e sra Camarão, e virar-me para os doces. 
Depois de alguma indecisão, veio um iogurte do Nicolau (doce de pêra, granola, pêra, canela), uma tapioca com doce de leite e banana e para sobremesa da sobremesa, uma panqueca com Nutella. E pronto, estava instalado o estado pré-diabético.

O iogurte do Nicolau estava delicioso, com diferentes texturas e doce quanto baste, dando perfeitamente para alimentar duas pessoas (que não nós, claro). Acho que não poderia ter escolhido melhor lugar para experimentar o crepe de tapioca, crocante e a transbordar de um doce de leite fantástico, fez-me lamber os lábios (e a barba) por diversas vezes. Mas o Nicolau Lisboa conquistou-me definitivamente quando me serviu uma quantidade generosa de Nutella para cobrir pornograficamente toda a superfície curvilínea e bronzeada da panqueca (só de escrever esta frase já estou a salivar). Todo este aparato foi regado copiosamente com chá gelado.


 

 


O atendimento foi simpático e atencioso mas por vezes algo desconcentrado, sendo necessário pedir a mesma coisa a diferentes pessoas até termos, ao fim de um tempo demasiado longo, o que queríamos.
Toda esta doçaria ficou por cerca de 10€pp, valor perfeitamente aceitável tendo em vista a quantidade e qualidade do que nos serviram. Espero que não mudem este rácio!

Acho que tudo o que escrevi deixa bem claro que é um local a visitar mas atenção! quando forem ao Nicolau Lisboa tenham um plano B ou vão imbuídos da possibilidade de terem de esperar longamente por uma mesa. Já tentei lá voltar e acabei no Tartine pois a espera era longa.....

   



Morada | Rua de São Nicolau, 17, Baixa, Lisboa (juntinho à interseção com a Rua dos Fanqueiros)
Horário | 08h30 às 20h - 2a a Sáb | 9h às 19h - Dom

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Restaurante das Marés, Altura

A Taberna, Trafaria

Gelataria Nannarella, Lisboa